5 hábitos saudáveis que vão transformar sua vida financeira

Um artigo especial para quem tem essa mudança de hábito como meta para o novo ano.

11/01/2021 • Economia
 Tempo de leitura: 5 min

O começo de um novo ano sempre traz aquela sensação de que estamos iniciando um novo capítulo em nossas vidas. Não é à toa que tantas pessoas aproveitam este período para estabelecer objetivos e mudar hábitos, a fim de conquistar a qualidade de vida que sempre buscaram.

Dentre essas tão conhecidas “metas de ano novo”, as mais comuns são aquelas relacionadas ao âmbito financeiro. Afinal, não ter controle sobre seu próprio dinheiro e viver afundado em dívidas pode trazer problemas para diversos campos da vida, desde a saúde física e mental até conflitos familiares e profissionais. Por isso, uma boa relação com as finanças é essencial para quem busca uma rotina saudável.

Mas, como toda mudança de hábito, é preciso muito autocontrole e determinação, além do desenvolvimento de comportamentos que estão de acordo com esse novo objetivo.

Para te ajudar nessa missão, nós listamos aqui algumas atitudes simples que vão fazer uma grande diferença na sua vida financeira. Confira!

1 – Mantenha seus gastos na ponta do lápis

Algo em comum na vida de qualquer pessoa com controle financeiro é o hábito de anotar todos os gastos mensais, fixos e variáveis e de todos os cartões de crédito e débito.

Ter essas informações detalhadas é importante não só no momento em que se recebe o salário (já que você vai saber exatamente quanto dinheiro terá após o pagamento de todas as contas), como também ao final do mês, para que possa fazer uma comparação de gastos e saber exatamente para onde seu dinheiro está indo.

Essa atitude também ajuda a evitar surpresas desagradáveis, como descobrir que seu salário acabou antes do próximo pagamento ou esquecer de pagar alguma fatura, situações que podem trazer uma bela dor de cabeça.

Você pode usar um aplicativo, como o Guiabolso, ou uma planilha tradicional, o importante é anotar tudo e analisar esses dados com calma sempre que possível.

Se perceber áreas em que os números poderiam ser menores, como no supermercado, por exemplo, não hesite em tentar ajustar isso no mês seguinte. O objetivo é diminuir as despesas o máximo possível, para que o valor recebido seja substancialmente maior que o valor gasto.

2 – Guarde pelo menos 15% dos seus ganhos

É impossível ter uma vida financeira saudável sem adquirir o costume de poupar. Ter uma reserva de dinheiro disponível significa ter a garantia de que será possível cobrir dívidas inesperadas, como um familiar doente ou um conserto no carro, sem que seja necessário apelar para um empréstimo.

Além disso, essa reserva possibilita que você faça planos mais ambiciosos, como a viagem dos sonhos, a compra de um imóvel ou a aposentadoria.

O ideal é poupar, pelo menos, 15% do salário e ter uma quantia em caixa equivalente a 3 meses de despesas, para garantir uma segurança extra. Mas, se você ainda não consegue atingir essa porcentagem, comece poupando com qualquer valor. O importante é criar o hábito de economizar e iniciar sua reserva de emergência, não importa se com R$ 1.000 ou R$ 50.

3 – Controle compras por impulso e compare preços

Ainda que o valor seja baixo, agir com impulsividade quando se trata de dinheiro nunca é uma boa ideia. Quem não conhece alguém que se assustou com a fatura do cartão de crédito depois de ter esbanjado em pequenas compras, achando que R$ 30 a mais não faria diferença?

Pessoas com as finanças controladas sabem exatamente o quanto podem gastar e se adequam a isso. Elas também sabem diferenciar vontades de necessidades e sempre conferem suas planilhas de gastos antes de realizar uma compra. 

Quando a vontade de adquirir algo novo surgir, o indicado é esperar uma semana antes de fazer a compra de fato. Assim, você saberá se está mesmo precisando daquele produto ou serviço e terá mais firmeza na sua decisão.

Outra dica é sempre comparar preços. Uma tarefa que, com a internet, ficou muito mais simples. Utilizando sites como o Buscapé ou o Zoom, você consegue comparar o preço de qualquer produto em diferentes lojas e acompanhar as mudanças nos valores ao longo do tempo, para saber se aquele é mesmo o momento certo de comprar.

4 – Aprenda sobre investimentos

Nós já falamos bastante sobre a importância de se poupar dinheiro, mas também é importante pensar sobre onde esse valor ficará guardado. A poupança, apesar de popular, não é nada vantajosa, trazendo um baixo rendimento e resultados pouco satisfatórios a longo prazo.

Basicamente, qualquer investimento que renda mais de 90% do CDI já é mais rentável que a poupança, só para se ter uma ideia.

É por isso que é tão importante entender sobre investimentos e acompanhar as notícias do mercado financeiro, buscando aplicações que melhor combinam com os seus objetivos e perfil de investidor(a).

Se seu perfil for conservador, por exemplo, você pode buscar investimentos de Renda Fixa, como o Tesouro Direto, CDBs, fundos de renda fixa e previdência privada (para o caso de quem está investindo com o objetivo de se aposentar).

5 – Estabeleça metas a curto e longo prazo

Ter um objetivo em mente é a chave para manter-se determinado, não importa o que aconteça. Quando se trata de finanças, não é diferente.

Pense no que você pretende conquistar nos próximos anos, se se trata de uma meta a longo prazo, como a aposentadoria ou uma pós-graduação, ou de curto prazo, como uma viagem para o exterior ou uma reforma.

Ao focar nessa meta, e não só em manter a vida financeira controlada, você conseguirá tomar decisões de acordo com esse objetivo e, com o tempo, essas atitudes acabarão se tornando um hábito permanente.

E então, já está pronto(a) para colocar tudo isso em prática? Mudar um hábito é sempre uma tarefa complicada, cheia de altos e baixos, mas qualquer jornada, por mais longa que seja, começa com um passo. Por isso, nossa dica final é: comece agora mesmo!

Para uma vida mais tranquila e realizada, ter controle do próprio dinheiro é indispensável. E quanto mais cedo você começar, mais cedo irá atingir esse objetivo.

Velev Contabilidade
Escrito por:

Velev Contabilidade

Veja também

Livros para empreendedores: 5 sugestões que vão te inspirar Empresas

Livros para empreendedores: 5 sugestões que vão te inspirar

21/01/2021 • 3 min de leitura
Abertura de empresa: questões e dúvidas iniciais Empresas

Abertura de empresa: questões e dúvidas iniciais

30/08/2018 • 2 min de leitura
Carnê-Leão: Dúvidas Frequentes Imposto de Renda

Carnê-Leão: Dúvidas Frequentes

13/06/2018 • 2 min de leitura

Atuamos em diversos segmentos

Conheça a Velev descubra porque somos a melhor opção para o seu negócio: uma contabilidade digital, fácil e para você 😉

Conheça a Velev
Fale com a gente no Whatsapp